5% OFF no PIX | Envio grátis SP a partir de R$ 300,00

Carrinho de Compras

O seu carrinho está vazio

Continuar as Compras

10 Coisas para Nunca Fazer com o Seu Gato

10 Coisas para Nunca Fazer com o Seu Gato

Olá, gateiros conscientes! 😺 Hoje vamos falar sobre algo super importante: coisas que você nunca deve fazer com seu gato. É isso mesmo! Nossos amigos felinos têm necessidades e sensibilidades únicas, e algumas práticas podem ser perigosas ou desconfortáveis para eles. Vamos juntos descobrir como garantir a felicidade e o bem-estar da sua MIAUjestade? 🐾

1. Usar brinquedos inapropriados

Cordinhas, fitas soltas e xuxinhas de cabelo podem parecer divertidas, mas são perigosas para os gatinhos, pois podem ser engolidas. Eletroeletrônicos e lasers também não são recomendados, já que seu gato nunca conseguirá "caçar" a luz, causando frustração. E usar suas mãos como brinquedo? Também não é indicado! Isso pode ensinar seu gatinho a morder e arranhar você. O ideal é usar brinquedos específicos para gatos.

Por que não usar cordinhas e fitas soltas? Cordinhas e fitas podem facilmente ser engolidas pelo seu gato, causando obstruções intestinais sérias. Ao contrário dos brinquedos próprios para gatos, esses itens não são projetados para serem seguros e duráveis. A Bola de Lã com Catnip, por exemplo, é uma ótima alternativa, pois é feita especialmente para os felinos e proporciona diversão sem riscos.

E quanto ao laser? O laser pode ser tentador, mas imagine a frustração do seu gatinho ao não conseguir capturar a "presa". Isso pode gerar ansiedade e comportamento destrutivo. Prefira brinquedos que ele possa realmente pegar, como a Varinha MOV, que estimula a caça e a captura.

2. Usar guizos no pescoço

Imagine um barulho constante nos seus ouvidos. Incomoda, né? Para os gatinhos, guizos no pescoço são ainda piores devido à audição super aguçada deles. Além de causar estresse, o barulho denuncia a localização deles, o que vai contra o instinto felino de se esconder e ficar em silêncio. Beijar os gatos perto das orelhas também não é legal. Se não resistir, evite fazer aquele estalinho de beijo 😉

Por que guizos são um problema? Os guizos podem causar estresse auditivo no seu gato. Eles têm uma audição muito sensível, e o som constante de um guizo pode ser extremamente desconfortável. Além disso, o barulho constante pode impedir seu gato de relaxar quando necessário, comprometendo sua sensação de segurança.

3. Cortar o bigode dos gatos

Os bigodes dos gatos são essenciais para o tato e equilíbrio. Cortá-los é uma mutilação e pode desorientar seu gatinho. Respeite essa incrível ferramenta sensorial dos felinos. 🐱

A importância dos bigodes: os bigodes dos gatos são verdadeiros sensores multifuncionais. Eles ajudam os gatos a medir a largura dos espaços, detectar mudanças no ambiente e manter o equilíbrio. Cortar os bigodes pode desorientar seu gato, deixando-o mais vulnerável a acidentes e estresse.


4. Remover as garras dos gatinhos

Remover as garras dos gatos é como cortar os dedos de um humano. Essa prática é proibida no Brasil e considerada maus-tratos. Em vez disso, corte apenas as pontinhas das unhas com um cortador adequado, como o Cortador de Unhas CLIP.🐾

Por que as garras são importantes? As garras dos gatos são essenciais para sua defesa, escalada e marcação de território. Removê-las não apenas causa dor física, mas também impede que o gato execute comportamentos naturais. Manter as unhas aparadas com um cortador específico é a melhor maneira de garantir a saúde e bem-estar do seu felino.

5. Punir e repreender

A educação dos gatos deve ser feita com reforço positivo. Recompense bons comportamentos com petiscos ou carinhos. Punir pode causar traumas e problemas comportamentais. Nunca agarre o cangote do gato, pois pode machucá-lo. Essa é uma prática que algumas pessoas fazem, mas que não é adequada. As mães de gatos fazem isso com a boca quando eles são bebês, devido ao seu peso reduzido, mas ao crescer a prática de pegar o gato pelo cangote irá apenas machucá-lo. 🐈

Educação positiva: os gatos respondem muito melhor ao reforço positivo do que à punição. Se o seu gato faz algo bom, recompense-o com um petisco ou carinho. Se ele faz algo errado, ignore. A punição pode gerar medo e desconfiança, prejudicando o relacionamento entre você e seu gato. Eduque com amor e paciência, e você verá resultados muito mais satisfatórios.

6. Não respeitar o limite do gato

Os gatos têm limites e espaços próprios. Respeitar a linguagem corporal e rotina deles é essencial, mudanças bruscas na rotina podem gerar estresse. Sempre que possível, mantenha a rotina do seu gatinho para que ele se sinta seguro e confortável.

Entendendo a linguagem corporal: os gatos se comunicam muito através da linguagem corporal. Se o seu gato está com o rabo abaixado, orelhas para trás ou está se escondendo, ele pode estar se sentindo desconfortável ou estressado. Respeite esses sinais e dê espaço ao seu gato. Mudanças na rotina, como novos móveis ou pessoas na casa, devem ser introduzidas gradualmente para evitar estresse.

7. Dar alimentos inapropriados

Alimentos específicos para gatos são essenciais para a saúde deles. Alimentos humanos como chocolate, uvas e sementes são tóxicos para gatos. Evite alimentos inapropriados e prefira rações de qualidade e alimentos úmidos próprios para gatos. Saiba mais sobre alimentos tóxicos aqui. 🥩

Perigos dos alimentos humanos: muitos alimentos que são seguros para humanos podem ser extremamente perigosos para os gatos. Chocolate, por exemplo, contém teobromina, que é tóxica para os felinos. Uvas e passas podem causar insuficiência renal. Sempre consulte uma lista de alimentos seguros, ofereça ao seu gato apenas alimentos formulados especificamente para ele e tenha em mente que ração de cachorro é boa apenas para cachorro.

8. Usar plantas inapropriadas

Muitas plantas são tóxicas para os gatos, como o lírio por exemplo. Se você ama plantas, certifique-se de que elas não sejam perigosas para seu felino. Confira uma lista de plantas tóxicas aqui. 🌿

Plantas tóxicas: existem plantas que são altamente tóxicas para os gatos e podem causar desde irritação leve até insuficiência renal ou hepática. Sempre verifique se as plantas que você tem em casa são seguras para o seu felino.

9. Dar apenas alimentos secos

Introduza alimentos úmidos desde cedo na dieta do seu gato para garantir uma melhor hidratação e variedade na alimentação. Alimentos úmidos ajudam na ingestão de líquidos, sendo essenciais para a saúde dos rins e do trato urinário. 🐟

Vantagens dos alimentos úmidos: os alimentos úmidos, como os sachês, são importantes porque ajudam a manter o gato hidratado. Muitos gatos não bebem água suficiente e os alimentos úmidos contribuem para uma maior ingestão de líquidos. Além disso, eles oferecem uma textura diferente e podem ser mais palatáveis para os gatos, ajudando a diversificar a dieta.

10. Deixar o gato sozinho por mais de 24h

Gatos são independentes, mas também precisam de companhia e supervisão. Deixar um gato sozinho por mais de 24 horas pode ser perigoso. Se precisar se ausentar, considere contratar um catsitter. 🕒

Companhia é importante: apesar de independentes, os gatos também sentem falta da presença humana. Deixá-los sozinhos por longos períodos pode levar ao tédio, ansiedade e até acidentes. Um catsitter pode garantir que seu gato tenha companhia, seja alimentado corretamente e esteja seguro enquanto você estiver fora.

Dica extra: não deixar tudo do gato junto

Separe o local da comida, água e caixa de areia do seu gato. Ninguém gosta de comer no banheiro, e seu gato não é diferente. Manter esses itens separados ajuda a evitar problemas de saúde e incentiva uma melhor hidratação e alimentação. 🏡

Organização é fundamental: a água deve estar longe da comida e da caixa de areia para que seu gato se sinta mais confortável e para garantir que ele beba mais água. A água próxima à caixa de areia pode ser contaminada por odores, o que pode fazer com que seu gato evite beber. Colocar a comida e a água em locais separados e longe da caixa de areia também ajuda a prevenir problemas de saúde e a promover bons hábitos.

Cuidar bem do seu gato é essencial para garantir uma vida longa, feliz e saudável para ele. Vamos ser sempre #GateirosConscientes! 😸



 

Leia o conteúdo: Verde e Seguro: Plantas Seguras para seus Gatos

Leia também: Arranhador para Gatos: 6 Dicas Úteis para Manter Seus Móveis Intactos

Mais uma dica: Cat Sitter - O Guia Completo Para Ajudar Você na Hora de Deixar Seu Gato em Casa

Compartilhar com:

Post anterior
Próximo post

Comentários

Escrever comentário

Empty content. Please select category to preview

Posts

9 mitos sobre gatos: desvendando as verdades felinas

Sabemos que nossos queridos felinos são cercados por mitos e histórias que muitas vezes não passam de mal-entendidos. É hora...
Ler mais

10 Coisas para Nunca Fazer com o Seu Gato

10 coisas para nunca fazer com seu gato: dicas essenciais para garantir o bem-estar e a segurança do seu felino....
Ler mais

7 Hábitos para Deixar o Seu Gato Mais Saudável

7 hábitos para deixar seu gato saudável: hidratação, alimentação balanceada, atividade física, ambiente enriquecido, higiene, visitas ao veterinário, amor e...
Ler mais
0
Ver sacola
R$ 0,00

✔️ Produto adicionado com sucesso.