Até 10x sem juros | Frete grátis acima de R$ 200

Carrinho de Compras

O seu carrinho está vazio

Continuar as Compras

Como Adaptar Um Novo Gato A Uma Casa De Gateiros

Como Adaptar um Novo Gato a Uma Casa de Gateiros

Aqui na Woolie a gente dá a maior força para toda essa galera Gateira Consciente que tem adotado um novo gatinho nos últimos meses. Mas adaptar um novo gatinho a um lar de gateiros pode ser um pouco desafiador no primeiro momento.

Note que estamos falando de um lar de gateiros, ou seja, um lar que já tem gatos e vai adotar mais e mais e mais...

Não importa se você está trazendo o segundo, quinto ou décimo oitavo gatinho para a sua casa, é fundamental se preparar com antecedência para a chegada do novo morador.

Aliás, esse é o tipo de aglomeração do bem. Quase um festival, um Cat In Rio, que poderia muito bem ser organizado pela Roberta Felina.

Há algumas coisas importantes que você deve se perguntar antes de optar por aumentar a família. Por exemplo, a sua casa é grande o suficiente para receber todos os gatinhos e gatinhas que você planeja adotar? Algum dos seus gatos possui alguma doença crônica que pode ser agravada pelo estresse da chegada de um novo morador? Existe, entre seus gatos, algum tipo de problema comportamental?

Caso essas questões não sejam um impeditivo, você pode começar a adaptar seu novo bichano seguindo algumas dicas com a certeza de que esse será mais um lar de gatos e humanos felizes.

Os Primeiros Passos Para a Adaptação de Um Novo Gato

Quando falamos sobre mudar de casa com seu gatinho, mostramos a importância de ambientá-lo ao novo lar. Essa ambientação deve ser feita aos poucos, para não deixar seu gatinho confuso ou mais estressado.

No caso da adoção de um gato adicional à sua casa, você deve começar a adapta-lo de maneira semelhante.

Ofereça a ele um cômodo isolado. E, nesse primeiro momento, em hipótese alguma coloque o novo gato em contato com os antigos moradores. Falaremos mais sobre isso adiante, mas essa é uma dica-chave no processo de adaptação.

É importante conhecer os hábitos dos felinos e entender, por exemplo, como eles gostam de dormir

Dicas sobre a melhor forma de alimentar o seu gatinho ou gatinha e como ajudar seus bichanos a se hidratarem também irão ajudar nesse processo de adaptação.

Certifique-se de que você tem uma caixa de areia para cada gato e uma sobra. Ou seja, se você tem dois gatinhos, tenha três caixas de areia.  Com isso eles terão mais opções de caixas limpas.

Procure Utilizar Acessórios Que o Novo Morador Já Conhece

Se possível, traga itens usados pelo bichano no local de adoção como algum lençol ou brinquedo. Assim você estará trazendo um pouco de familiaridade, tornando a nova moradia mais confortável e caseira.

Esses itens também devem contribuir para que os gatos que já são locais comecem a se acostumar com a presença do novo gatinho. Os cheiros são muito importantes e objetos já usados pelo novo gatinho ou gatinha são carregados de feromônios.

Por isso, um artifício interessante é deixar que os gatos cheirem objetos usados uns pelos outros. Por exemplo, o gato que está chegando deve ter acesso a algum item usado pelos gatos que já são locais.

E o inverso deverá ser feito com um item do novo gatinho sendo disponibilizado àqueles que já estão acostumados com o espaço.

Mas, caso você não consiga trazer algum item que o novo gato já usasse anteriormente, não se preocupe. Mesmo isolando o novo gato em cômodo exclusivo no começo, os moradores da casa sentirão sua presença. O cheiro passa através das frestas das portas.

Se quiser saber um pouco mais sobre a importância do cheiro, veja aqui.

Mas antes de partirmos para o momento decisivo de encontro entre os gatinhos antigos e novos moradores da casa, há ainda um recurso bacana que pode auxiliar na adaptação entre eles, o Feliway.

Segundo a empresa que fabrica o produto, o Feliway Friends:

“ajuda seus gatos a viverem juntos em harmonia e evitar tensões, conflitos e lutas”.

Antes de adotar (sem trocadilhos) esse recurso, no entanto, reforçamos a regra de ouro: consulte um veterinário.

O Momento do Grande Encontro

Imagine que todos os dias você pede pelo apliCATivo uma bela refeição de um chef estrelado. Cada dia um prato maravilhoso é servido a você, que pode apreciar sozinho aquela comida. Um belo dia o entregador deixa, junto com sua refeição, uma pessoa que irá dividir contigo a sua comida – PELOS PRÓXIMOS 15 ANOS.

Ok, talvez isso não vá acontecer nunca, mas vai explicar para o seu gatinho ou gatinha que não é isso que está acontecendo com eles. Você traz um novo morador para sua casa e nem dá tempo para os antigos moradores se adaptarem.

Por isso a importância da adaptação. É difícil dizer quanto tempo será necessário. É difícil até dizer se os gatinhos irão compartilhar de um amor de irmãos ou simplesmente irão aceitar e tolerar a existência de um novo morador.

Por isso é fundamental, como já dissemos anteriormente, que os gatos, antigos e novos moradores, tenham um tempo de adaptação.

Durante esse tempo inicial, é importante que eles sequer se vejam. Apenas comecem a sentir a presença um do outro pelo cheiro.

Reforçamos o ponto acima porque ele é realmente importante e merece toda a nossa atenção. Acredite, uma adaptação no tempo certo deixará as coisas mais fáceis. 

A partir daí você pode ajudar a melhorar o relacionamento. Realize o encontro entre os novos e antigos gatinhos devagar. Primeiro por alguns instantes do dia. Observe a reação. Mas vamos nos concentrar um pouco mais nesse assunto.

Amizades Duradouras Não Nascem de Um Dia Para o Outro

Olhe ao seu redor. Observe suas grandes amizades. Há quanto tempo vocês as cultivam? São amizades de anos que foram se fortalecendo e hoje são inabaláveis.

Agora pense nos gatinhos e gatinhas. Todos esses grandes processos de mudanças foram planejados por um humano com grandes intenções e muito amor pelos felinos.

Mas os bichanos precisam ter seu tempo de adaptação respeitado.

Observe o depoimento de um de nossos amigos aqui do blog: “foram 8 meses nesse processo de adaptação de um novo gato à minha casa, que já tinha gatos”.

Há situações em que esse processo é mais rápido. É muito difícil prever qual será a reação de seus gatinhos. Mas, como dissemos anteriormente, podemos facilitar esse processo adotando algumas atitudes simples. 

Por isso, é importantíssimo fazer a aproximação devagar. A frase pode parecer repetida, mas é relevante: a primeira impressão é a que fica.

Você deve aproximar os gatos de forma lenta. Para que, antes de eles reagirem de uma forma negativa, passem pelo processo de adaptação e entendimento do que está acontecendo. 

No primeiro momento, os gatos devem poder sentir cheiros e ouvir barulhos e sons emitidos uns pelos outros, mas não devem se ver ou se tocar.

Alimente os gatinhos no mesmo momento. Deixe-os ainda separados por uma porta, mas faça eles entenderem que a aproximação pode ser agradável. Mesmo que ainda não possam se ver, eles entenderão.

Após alguns dias, troque os gatos de lugar, colocando um no cômodo do outro. Isso os fará se aproximarem ainda mais através do olfato. Além disso, dará oportunidade para o gato recém chegado conhecer um novo espaço da casa. 

Após um período de uma semana, se você não observar sinais de agressividade, apresente oficialmente o novo morador ao antigo morador da casa. Isso pode ser feito através de uma grade (ou vidro) colocada no lugar da porta.

Quando estiverem próximos, procure brincar com eles.  Faça com que eles entendam que a proximidade pacífica pode render frutos positivos.

Dê a eles alguns aperitivos. Premie um bom relacionamento. Algo como: tá bem, preciso dividir minha comida do chef estrelado com o novo morador, mas pelo menos eu ganho a sobremesa.

Se esses passos forem seguidos com calma, as chances de uma grande amizade duradoura surgir são enormes e os gatinhos e gatinhas irão te agradecer e te retribuir com todo o amor que eles têm pra dar.

Por Que Alguns Gatos Brigam Entre Si?

Gatos lutam! Simples assim. Eles gostam de brincar de briga. Se fosse um programa de TV, seria o TeleCATch. Teríamos um gato chamado Cat Boy Felino com milhares de fãs e usando uma máscara no estilo de luta livre mexicana.

Por isso, mesmo após a adaptação, é possível que os gatos mantenham essa postura de enfrentamento leve.

Não vamos repetir aqui que gatos são territorialistas. Ou vamos?

Bom, repetitivo ou não, o fato é que eles são. E esse é um dos motivos pelos quais eles brigam. Eles estão protegendo seu território.

Sendo assim, a chegada de um novo gatinho pode, sim, gerar alguns conflitos. O que você deve entender é se são brigas leves ou mais sérias.

Brigas leves são, muitas vezes, brincadeiras entre os gatos.

Outras vezes, podem ocorrer por ciúmes. Certifique-se de dar o mesmo nível de atenção a todos os gatos, seja brincando ou simplesmente fazendo aquele cafuné.

Alguns Outros Cuidados Importantes

Você que acompanha nosso blog e tem o selo de Gateiro Consciente já conhece a regra de ouro: consulte seu veterinário!

É importante saber se, tanto os moradores antigos, como os novos moradores estão com a saúde em dia. Algumas doenças são contagiosas e é fundamental preservar a saúde dos felinos.

Além disso, veterinários podem ajudar recomendando inclusive alguma medicação específica que possa melhorar o processo de adaptação, como o Feliway.

Se você estiver adotando um novo gato a uma casa com mais de um gato, apresente o novo morador a cada morador antigo individualmente.

Somente após essas reuniões individuais que você deverá deixar todos eles se encontrarem em um grande Cat in Rio.

Saiba que a idade e o temperamento dos gatos também devem ser levados em consideração. Um gato mais velho pode ter maior dificuldade de adaptação a um gato mais novo. Ao mesmo tempo, um gato muito calmo possivelmente estranhará a presença de um gato mais animado.

Divirta-se

Seguindo as dicas acima, você pode ter certeza de que seus gatinhos trarão muitas alegrias. Você já está acostumado com um gatinho em casa e, tomando todos os cuidados, tudo deve ocorrer bem.

Não tenha pressa na adaptação. Deixe seus gatinhos se entenderem, se sentirem, se cheirarem e perceberem que terão que dividir um pouco da sua atenção.

No final, eles perceberão que tem espaço para todos.

E você será um Gateiro Consciente ainda mais completo!

Woolie, design para gatos e seus humanos :)

Compartilhar com:

Post anterior
Próximo post

Comentários

Escrever comentário

Empty content. Please select category to preview

Carregando Ambiente Seguro